Assembléia do Rio faz homenagem a Sérgio Vieira de Melo

A Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) fez uma homenagem póstuma, na noite desta terça-feira, ao embaixador brasileiro Sérgio Vieira de Mello, alto-comissário da Organização das Nações Unidas (ONU) morto em atentado, no dia 19 de agosto de 2003, quando estava em missão de paz no Iraque. A Alerj ofereceu o título de Benemérito do Estado, entregue à mãe do diplomata, Gilda Vieira de Mello. "O exemplo dele deveria ser seguido. Infelizmente não é isso que se vê. Há muita maldade no mundo. Seria preciso que muitos dessem o exemplo que ele deu para se alcançar paz", disse Gilda. "Ele adorava vir ao País e me dizia sempre que, neste ano, de 2004, se aposentaria e viria morar no Brasil. Infelizmente, não deixaram. Tiraram-lhe a vida".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.