Assembleia do PR aprova reajuste para funcionalismo

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou na noite de ontem a proposta do governo do Estado que concede reajuste de 5% para o funcionalismo público, com aumento maior para os policiais civis, que ficará entre 22% e 77%, e para os policiais militares, entre 23% e 55%. A proposta de reajuste foi definida pelo governador Roberto Requião (PMDB), que deve se desincompatibilizar na próxima semana para concorrer provavelmente ao Senado.

EVANDRO FADEL, Agencia Estado

23 de março de 2010 | 12h54

Os 252,2 mil servidores da ativa, aposentados e pensionistas terão o reajuste a partir de maio. Segundo o governo, isso implicará aumento de R$ 67,7 milhões na folha de pagamento mensal, que ficará próxima de R$ 750 milhões. Todos os lugares destinados a visitantes da Assembleia Legislativa ficaram lotados por policiais e suas mulheres.

O projeto acabou aprovado por unanimidade, sem que as emendas alterassem os valores de reajuste. No caso dos policiais militares, o vencimento base de um soldado passa de R$ 1.873,74 para R$ 2.289,57. O projeto tinha sido entregue pessoalmente aos deputados pelo vice-governador Orlando Pessuti (PMDB), candidato ao governo do Paraná.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.