Assembléia do Paraná acaba com voto secreto

O presidente em exercício da Assembléia Legislativa do Paraná, Pedro Ivo Ilkiv (PT), promulgou nesta quarta-feira a emenda constitucional, aprovada no dia anterior, que acaba com o voto secreto. Pela emenda, os deputados deverão se pronunciar abertamente em todos os atos, incluindo a eleição de presidente da Casa, apreciação de vetos do governador, eleição de conselheiro do Tribunal de Contas e concessão de títulos honorários, que hoje são feitos de forma secreta. Todos os 42 parlamentares presentes à sessão - a Assembléia tem 54 integrantes - foram favoráveis à emenda proposta pelo deputado Nelson Justus (PFL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.