Assembléia destitui presidente acusado de fraude em Alagoas

Albuquerque foi afastado após ser indiciado pela Polícia Federal no inquérito da Operação Taturana

RICARDO RODRIGUES, Agencia Estado

17 de setembro de 2008 | 17h14

Por unanimidade de votos, o presidente da Assembléia Legislativa de Alagoas, deputado estadual Antônio Albuquerque (sem partido), foi afastado do cargo, durante sessão plenária, realizada nesta quarta-feira, 17, no parlamento alagoano. Dos 27 deputados estaduais, dezessete compareceram à sessão e votaram a favor do requerimento pela destituição de Albuquerque, que era o único integrante da Mesa Diretora anterior que ainda se mantinha no cargo. Albuquerque estava afastado do cargo, por decisão da Justiça e a pedido do Ministério Público Estadual, desde o início do ano, após ser indiciado pela Polícia Federal no inquérito da Operação Taturana, que apura o desvio dos R$ 280 milhões dos cofres do legislativo. Ele é acusado de ser o principal mentor do esquema montado para desviar recursos do legislativo para contas de servidores fantasmas, parentes, prepostos, assessores e empregados de parlamentares. Ao todo, 14 deputados estaduais com mandato já foram indiciados no golpe, que envolve cerca de cem pessoas.  O ex-presidente Antônio Albuquerque ainda não comentou a decisão. Ele era esperado no plenário da Assembléia, que estava sendo reaberto depois de 14 meses fechado, para a reforma do prédio, mas não compareceu à sessão. Também não compareceu a uma entrevista à TV Assembléia, que estava completando um ano no ar. Sua assessoria teria informado à produção da emissora que ele teria uma crise renal e, por isso, estaria impossibilitado de conceder a entrevista.  Com a destituição de Albuquerque, a presidência da Casa fica em definitivo com o deputado estadual Fernando Toledo (PSDB), que vinha exercendo o cargo interinamente. Em entrevista á imprensa, Toledo não quis comentar o afastamento em definitivo do ex-aliado, disse apenas que preferia comemorar a reabertura da casa e o primeiro ano de aniversário da TV Assembléia - colocada no ar, pela primeira vez, na gestão de Albuquerque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.