Assembleia adia decisão sobre perda de mandato de Afif

O relator do processo de perda de mandato do vice-governador Guilherme Afif Domingos, deputado Cauê Macris (PSDB) pediu vista do processo, após outro integrante da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de São Paulo apresentar um voto em separado. Há duas semanas, o tucano votou para que a CCJ acolhesse pedido elaborado pelo deputado Carlos Giannazi (PSOL) para que Afif fosse destituído do cargo em razão do acúmulo de cargos públicos. Em maio, o vice do governador Geraldo Alckmin (PSDB) foi nomeado ministro da Micro e Pequena Empresa.

FERNANDO GALLO, Agência Estado

26 Junho 2013 | 17h33

Nesta quarta-feira, o deputado José Bittencourt (PSD) apresentou voto favorável à manutenção do vice-governador em seu posto. Já é a segunda semana consecutiva em que um pedido de vista atrasa a tramitação do processo na CCJ. Atualmente Afif tem a seu favor sete dos 13 integrantes da comissão.

Na semana passada, o deputado Fernando Garcez (PSDB) pediu vista no processo. Nos bastidores, fala-se que o adiamento seria uma forma de manter o desgaste da imagem do vice governador.

Deputados tucanos estão postergando o processo na tentativa de convencer alguns dos aliados de Afif a mudarem de lado. Com o novo adiamento, caso a Assembleia entre em recesso na próxima semana, a decisão sobre o processo pode ficar para agosto.

Mais conteúdo sobre:
Afifi cargos Alesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.