Assaltante será ouvido sobre gravidez de Glória Trevi

O diretor-geral da Polícia Federal, Agílio Monteiro Filho, confirmou que o assaltante Marcelo Borelli será ouvido sobre seu suposto envolvimento na graviez da cantora mexicana Glória Trevi. Borelli, que foi transferido de Brasília para um presídio em Mato Grosso, foi trazido de volta à capital para responder a inquérito que investiga sua participação no roubo de um avião da Vasp, no Aeroporto de Brasília. Monteiro afirmou que o próprio delegado que conduz o inquérito sobre o assalto vai aproveitar o interrogatório para interrogar Borelli também sobre o caso Trevi. Monteiro informou, ainda, que pediu ao procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, que nomeie um procurador para acompanhar o inquérito. O diretor da PF não descartou o envolvimento de agentes federais no episódio Trevi. Segundo ele, esse é um assunto "muito grave" que precisa ser esclarecido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.