Arruda usará tribuna para se defender

O líder do governo no Senado, José Roberto Arruda, fará um pronunciamento à tarde, na tribuna, em que pretende apresentar sua defesa sobre as denúncias de envolvimento na violação do painel eletrônico da Casa, e questionar os objetivos e os autores da acusação, que criaram uma nova crise política, envolvendo o governo. "A quem serve colocar o governo nessa confusão", vai questionar Arruda. Por volta de 12h30, ele estava reunido com sua assessoria revendo sua agenda nos dias 27 e 28 de junho, quando, segundo denúncias, ele teria solicitado à então diretora do Prodasen, Regina Borges, que o sistema fosse violado. Arruda também está lendo todos os depoimentos incluídos no relatório final da comissão de inquérito para embasar o seu discurso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.