Arruda será notificado à tarde sobre processo de impeachment

A partir da notificação, governador licenciado terá 20 dias para apresentar defesa à Câmara do Distrito Federal

Agência Brasil,

05 de março de 2010 | 11h42

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda, será notificado oficialmente sobre a abertura do processo de impeachment, pela Câmara Legislativa, na tarde desta sexta-feira, 5, por intermédio do primeiro-secretário da Mesa Diretora da Casa, Batista das Cooperativas (PRP).

 

Veja também:

linkCâmara abre processo de impeachment

linkPara defesa, prisão dependia do Legislativo

linkRelator de impeachment rebate defesa

blog Blog do Bosco: Marco Aurélio e Toffoli

 

O abertura do processo foi iniciada depois de ser aprovada pelos 19 distritais presentes na sessão de quinta-feira, 4. A partir da notificação, Arruda terá 20 dias para apresentar defesa à Câmara Distrital, e o relator Chico Leite (PT) terá até dez dias para analisá-la e preparar o parecer sobre o caso, para ser apreciado pelo plenário.

 

Uma vez aberta a sessão, Arruda não poderá mais renunciar, o que poderá lhe custar a perda dos direitos políticos, caso o impeachment seja aprovado.

 

STF

 

Na quinta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou por 9 votos a 1 o pedido de habeas corpus para o governador, preso na Superintendência da Polícia Federal desde o dia 11 de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.