Arruda não dormiu esta noite, segundo assessor

Chefe da Casa Militar do governo do DF disse que a situação vivida pelo governador é 'humilhante'

Vannildo Mendes, da Agência Estado,

12 de fevereiro de 2010 | 12h34

O governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda, não conseguiu dormir esta noite na Superintendência da Polícia Federal, onde está preso. Segundo o chefe da Casa Militar do governo do Distrito Federal, coronel Ivan Gonçalves, Arruda está sofrendo muito, assim como a família e as pessoas que o assessoram. O coronel deixou há pouco a Superintendência, antes da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, de manter Arruda na prisão. Para o coronel "a situação é humilhante". Segundo ele, a prisão do governador contraria o estado de direito, por ele não ter sido ouvido.

 

Veja também:

link Marco Aurélio mantém prisão de governador José Arruda

link Três que tiveram prisão decretada com Arruda estão foragidos

link Reunião de Paulo Octávio com deputados distritais é cancelada

especial Entenda a operação Caixa de Pandora

 

Pequenos grupos de aliados do governador licenciado José Roberto Arruda, estão começando a chegar à Superintendência da Polícia Federal, onde ele está preso. Os populares carregam faixas e cartazes em apoio ao governador, com as frases: "Arruda vá até o fim, Brasília depende de você para continuar organizada" e "Quem ama Brasília torce por Arruda". Um dos grupos formados por senhoras evangélicas está munido de megafone com mensagem como "Segura na mão de Deus, que vai dar certo".

Tudo o que sabemos sobre:
Jose Roberto ArrudaMensalao do DEM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.