Arruda dá a entender que possui lista

A versão sustentada pelo senador Antonio Carlos Magalhães sobre o suposto fim da lista com os nomes e os votos dos senadores no episódio da cassação do ex-senador Luís Estevão começa a ruir. Hoje, em uma entrevista a uma rádio de sua cidade natal, a Rádio Itajuba, o ex-senador José Roberto Arruda deu a entender que possui lista de votação. "Grande coisa ter visto uma porcaria de uma lista de votação. Dá vontade de mostrar a lista para todo o mundo", disse. O ex-senado ressaltou que não pretende tomar tal atitude e atacou a bancada do PT. "Não vou fazer isso porque tenho vergonha na cara, mas tem muita gente que iria ficar muito envergonhada. Tanta hipocrisia, tanta mentira, principalmente, do PT". Os ataques de Arruda não ficaram restritos a ex-adversários do Senado. Arruda aproveitou para atacar o ministro da Saúde, José Serra, e comentar sobre sua desilusão com PSDB. Na entrevista, Arruda acusou membros do partido de não terem sido solidários com ele. "Foi, principalmente, o deputado Jutahy Magalhães, porque é inimigo de ACM, foi uma deputada que é minha adversária e foi o ministro José Serra, que, além de petulante, é um mau-caráter e bobão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.