Arruda agrupa secretários em salão da PM

Para cortar gastos, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (PFL), mexeu literalmente no secretariado. De acordo com o Estado, ele reuniu todas as pastas no refeitório de um quartel da Polícia Militar, em Taguatinga, e derrubou as paredes entre as salas.No grande salão, governador e 16 secretários trabalharão separados apenas por divisórias. Até as gavetas foram abolidas. ?Foi a melhor coisa, pois agora o trabalho é executado na hora?, disse Arruda.O governador do Distrito Federal, que tomou posse no último dia 1º, cobrou ética da classe política em seu primeiro discurso no cargo. Há cinco anos, ele foi obrigado a renunciar ao seu mandato no Senado, por ter se envolvido no escândalo da quebra do sigilo do painel eletrônico, na votação da cassação do ex-senador Luiz Estevão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.