Arrecadação de tucano cresce 7 vezes em 1 mês

A arrecadação da campanha do presidenciável do PSDB, José Serra, cresceu mais de sete vezes em agosto em relação à receita obtida no mês de julho. O total arrecadado pelo candidato de oposição, no entanto, não chega até agora a 20% do previsto para ser gasto em toda a campanha.

AE, Agência Estado

01 de setembro de 2010 | 12h00

O jornal O Estado de S. Paulo apurou que a receita obtida pela campanha até o mês de agosto foi de R$ 29,5 milhões. Esse valor será apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até a próxima sexta-feira.

No caso de Dilma Rousseff (PT), a receita em agosto foi de cerca de R$ 39 milhões, o que elevou o total de doações a quase R$ 50 milhões em dois meses. Marina Silva (PV) ultrapassou a marca de R$ 14 milhões desde julho - a primeira prestação de contas parcial trazia o valor de R$ 4,6 milhões.

Os valores arrecadados podem ser maiores, pois, além das doações aos candidatos, há aquelas feitas aos partidos, que não necessariamente entram nas prestações de contas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.