Arcebispo de Brasília critica aumento dos salários

O arcebispo de Brasília, D. João Braz de Aviz, fez um sermão na manhã desta quarta-feira, no Congresso Nacional, contra as propostas de aumento exagerado nos salários dos poderes Legislativo e Judiciário.Durante a cerimônia, D. João Braz foi duro: "As últimas pautas do Congresso e do Judiciário indicam que nossos representantes andam preocupados com seus interesses e com corporações às quais estão comprometidos e distante do povo brasileiro. Como aceitar que recebam mais de R$ 800 por dia, quando a maior parte da população que representa é obrigada a viver com R$ 12 por dia!", afirmou o arcebispo. "Atitudes como a que temos visto matam o espírito de Natal", acrescentou, na missa em Ação de Graças que está sendo celebrada no Congresso, marcando o encerramento da Legislatura e a confraternização de Natal nas duas Casas. O sermão foi acompanhado pelos presidentes da Câmara, Aldo Rebelo, e do Senado, Renan Calheiros e demais parlamentares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.