Araçatuba registra o 34º caso de leishmaniose

Uma menina de quatro anos é a 34ª pessoa contaminada pela leishmaniose visceral este ano, em Araçatuba, no interior de São Paulo. A criança apresentou os primeiros sintomas da doença no dia 13 de outubro, quando foi internada na Santa Casa do município. De acordo a Vigilância Epidemiológica Municipal, a menina foi liberada no último final de semana e continua recebendo o tratamento em casa. Das 34 pessoas contaminadas pela doença na cidade, 21 são crianças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.