Aprovado relatório que pede a cassação de Professor Luizinho

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara aprovou, por 9 votos a favor e 5 contrários, o relatório em que o deputado Pedro Canedo (PP-GO) pede a cassação do mandato do deputado Professor Luizinho (PT-SP). A deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) apresentou voto em separado contrário à cassação do mandato de Luizinho. Ao tomar conhecimento do resultado, Luizinho anunciou: "Vou recorrer onde for possível". O deputado é acusado de ser um dos sacadores de um suposto esquema de pagamento de mesada a parlamentares em troca de apoio ao governo. Em depoimento em novembro do ano passado, no Conselho de Ética, Luizinho disse que os R$ 20 mil foram sacados por um assessor para pagamento de despesas de pré-campanha de candidatos a vereador, no interior paulista. Na ocasião, o deputado afirmou que não tinha conhecimento dos saques, nem do "mensalão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.