Aprovado plebiscito para criação do Estado do Carajás

Em votação simbólica, o Senado aprovou ontem o projeto de decreto legislativo que autoriza o Tribunal Regional Eleitoral do Pará a realizar plebiscito sobre a criação do chamado Estado do Carajás. O texto encaminhado à Câmara dos Deputados prevê que o novo Estado na Região Norte será formado por 38 municípios do sul e sudeste do Pará, onde vivem 1,3 milhão de pessoas, com extensão de 285 mil quilômetros quadrados. O plebiscito será realizado nesses municípios, seis meses após a publicação do decreto.

ROSA COSTA, Agencia Estado

02 de dezembro de 2009 | 08h34

Relator do projeto, o senador Valter Pereira (PMDB-MS), endossou a justificativa do autor da proposta, Leomar Quintanilha (PMDB-TO), de que as "enormes distâncias no Pará dificultam as ações da administração pública estadual, resultando dessa maneira na impossibilidade de implantação e gerenciamento de programas e projetos de interiorização e desenvolvimento".

No novo Estado, se for criado, o principal centro urbano será Marabá, com 200 mil habitantes e - segundo os senadores -

terá sua economia baseada na agropecuária, extração de madeira e na exploração de minério de ferro e de outros minérios. E vai sediar a Represa de Tucuruí e a Serra de Carajás.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoCarajásParáEstado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.