Aprovada a extinção de 2,2 mil cargos de confiança no RS

A Assembléia Legislativa aprovou nesta terça-feira a extinção da Secretaria Estadual da Comunicação Social do Rio Grande do Sul e de 2.280 cargos de confiança que não estavam preenchidos no Executivo. Os projetos haviam sido encaminhados pelo governador Germano Rigotto (PMDB) como medidas de racionalização dos gastos públicos.O Estado tem enfrentado tantas dificuldades financeiras que, desde dezembro, já atrasou o pagamento de salários uma vez e recorreu a artifícios como antecipação do recolhimento do ICMS e o uso de depósitos judiciais para manter a folha em dia nos outros meses. O chefe da Casa Civil, Alberto Oliveira, lembrou ainda que desde o dia 1º de abril estão suspensos por 180 dias os concursos públicos dos órgãos da administração direta e indireta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.