Aprovação do presidente Lula sobe para 81,5%, diz CNT/Sensus

Também voltou a subir a aprovação ao governo Lula, que passou de 62,4% para 69,8%, segundo instituto

01 de junho de 2009 | 11h52

A aprovação pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu de 76,2% para 81,5% na pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira, 1º. Também voltou a subir a aprovação ao governo Lula, que passou de 62,4% para 69,8%. Em janeiro, a aprovação do governo Lula era de 72,5%. O instituto abordou na sondagem qual seria o desempenho do presidente caso ele pudesse concorrer nas eleições de 2010. A porcentagem de intenções de voto subiu de 16,2% para 26,2%.

 

Veja também:

linkDilma e Serra têm empate técnico pela 1ª vez, diz CNT/Sensus

link26,1% não conhecem ou ouviram falar de Dilma

 

Lula, no entanto, não pode disputar um terceiro mandato, a não ser que o Congresso consiga alterar a Constituição. A tese foi apresentada na semana passada em forma de projeto de lei do deputado Jackson Barreto (PMDB-SE), mas perdeu parte das 183 assinaturas e não prosperou. Foram 17 assinaturas retiradas na última hora e a proposta não atingiu os 171 apoios necessários. Barreto disse que reapresentará a PEC.

 

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, apresentou um melhor desempenho na pesquisa induzida da CNT/Sensus. Dilma subiu de 16,3% para 23,5% na simulação do primeiro turno, e o governador de São Paulo, José Serra, apesar de manter a liderança nas intenções de voto, caiu de 45,7% para 40,4%. A diferença entre os dois que era de 29 pontos passou para 17 pontos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaLulaCNT/Sensus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.