DIDA SAMPAIO | ESTADAO CONTEUDO
DIDA SAMPAIO | ESTADAO CONTEUDO

Aprovação de Temer atinge nível mais baixo desde Sarney

Levantamento feito pelo Ibope revela queaprovação de presidente é de 5% em julho; em março era de 10%

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

28 Julho 2017 | 16h09

BRASÍLIA - A popularidade do governo do presidente Michel Temer caiu de 10% para 5% entre março e julho deste ano e atingiu o nível mais baixo desde o período redemocratização, de acordo com pesquisa Ibope divulgada na quinta-feira, 27, e encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Realizada entre os dias 13 e 16 de julho, a pesquisa foi a primeira feita pelo Ibope após a delação da JBS que baseou a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer por corrupção passiva. A admissibilidade do caso será analisada pela Câmara dos Deputados na próxima semana.

A aprovação do governo do presidente Temer é de 5%, de acordo com a pesquisa, ante 7% na gestão do ex-presidente José Sarney, em junho e julho de 1989, e 9% no segundo mandato da presidente cassada Dilma Rousseff, em dezembro de 2015, mesmo período em que teve início o processo de impeachment contra a petista.

Em meio a denúncias por corrupção, o ex-presidente Fernando Collor deixou o governo com o dobro da popularidade de Temer. Cerca de quatro meses antes de renunciar, em agosto de 1992, 12% dos brasileiros avaliavam o governo Collor como ótimo ou bom.

Já a parcela da população que considera o governo Temer ruim ou péssimo subiu de 55% para 70% entre março e julho, o maior índice de reprovação a um governo desde a gestão Sarney. Nesse caso, Temer empata com Dilma, que atingiu o mesmo porcentual de rejeição no final de 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.