Aprovação ao governo Lula tem recorde histórico, diz CNI/Ibope

É a segunda pesquisa divulgada nesta segunda-feira que mostra popularidade em alta do presidente

Ana Paula Scinocca, de O Estado de S. Paulo,

15 de dezembro de 2008 | 15h17

A aprovação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva bateu novo recorde e superou a avaliação positiva do ex-presidente José Sarney, em setembro 1986, informou a pesquisa CNI/Ibope. É o segundo levantamento que sai nesta segunda-feira, 15, e mostra a popularidade de Lula em alta. Segundo levantamento, 73% dos entrevistados consideram o governo Lula ótimo e bom, 4 pontos a mais em relação ao levantamento anterior, em setembro deste ano, que foi de 69%. A aprovação pessoal a Lula chegou a 84%, também recorde.      Veja também: Crise mais profunda pode contaminar Lula, diz analista Cientista político diz que segredo de Lula é liderança carismática Você aprova o governo do presidente Lula?   Gráfico e números da pesquisa CNT/Sensus  Pesquisa Sensus mostra aprovação de 80,3%  Serra sobe e lidera em pesquisa para 2010; Dilma está em 3º 83,5% têm conhecimento da crise, diz pesquisa CNT/Sensus   Entre os que consideram o governo do presidente regular o índice registrado foi de 20%. Outros 6% avaliaram que o governo é ruim ou péssimo. O Ibope ouviu 2,2 mil pessoas em 141 municípios entre os dias 5 e 8 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos.   Em relação a avaliação pessoal do presidente, 14% disseram que desaprovam pessoalmente Lula e outros 2% não souberam ou não quiseram opinar. No intervalo de três meses a aprovação pessoal de Lula cresceu 4 pontos. Já a desaprovação recuou 3 pontos.   Segundo a pesquisa, o crescimento da aprovação pessoal de Lula ocorreu em quase todos os segmentos, com destaque para o grupo que ganha entre 5 e 10 salários mínimos mensais e a região Sudeste. No Nordeste, o resultado positivo chega a 94%, e na faixa de renda de até um salário mínimo registra 91% de aprovação.   CNT/Sensus   Pouco antes, a pesquisa CNT/Sensus mostrou que a avaliação positiva de Lula subiu a 80,3% em dezembro e bateu novo recorde. Em setembro, a aprovação pessoal do presidente estava em 77,7%. A aprovação ao governo do presidente também atingiu porcentuais recordes e chegou a 71,1%, ante 68,8% em setembro.  O desempenho é o melhor desde 1998, quando o instituto começou a fazer a pesquisa para a CNT.   Em relação à percepção sobre o desempenho pessoal de Lula, a pesquisa mostra um avanço na aprovação, de um nível de 77,7%, em setembro, para 80,3% neste mês. Este é o segundo maior índice da série histórica, ficando atrás apenas do nível de 83,6% obtido pelo próprio Lula em janeiro de 2003.   Os altos patamares de avaliação positiva se confirmam, segundo levantamento, apesar da crise que dá sinais no Brasil. De acordo com a CNT/Sensus, 83,5% têm conhecimento da crise econômica global e 28,7% afirmaram que já foram atingidos por ela. A maioria dos entrevistados acha que Brasil será atingido pela turbulência global: 33,4% dizem que País não está preparado, e 31,6% discordam. Ainda segundo a sondagem, o Brasil sairá fortalecido da crise.    Texto atualizado às 16h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.