Após veto à foto na Câmara, Rogéria vive dia de estrela

Exposição que trazia imagem seminua do travesti foi cancelada na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira

08 de novembro de 2007 | 19h47

A transformista Rogéria disse nesta quinta-feira, 8, que o veto a uma foto sua em exposição na Câmara dos Deputados, foi uma "grande publicidade". "Estou achando o máximo, eu não estava esperando e, de repente, acontece essa palhaçada em Brasília", disse a artista ao estadao.com.br. Rogéria contou que foi procurada durante toda a quinta-feira pela imprensa, para falar sobre a polêmica em torno de sua foto seminua na exposição "Heróis",do fotógrafo Luiz Garrido, que foi cancelada nesta quinta. Segundo a assessoria da Casa, a diretora da exposição, Karla Osório, "evitou a todo o custo apresentar as fotos antes da exposição, como fora requisitado e a Câmara foi 'surpreendida' com as fotos de Rogéria". Em nota, Karla "repudiou" a decisão do cancelamento e nega que a Câmara tenha feito solicitação prévia do material.  O impasse começou quando a chefe do setor de Relações Públicas da Câmara, Sílvia Mergulhão, pediu que a foto fosse retirada da exposição, que retrata personalidades que vão de tom Jobim a Lula.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.