Após vaias no Pan, Lula volta ao Rio nesta sexta-feira

O presidente passará por mais um teste de popularidade ao participar da abertura do Parapan-Americanos

CARMEN MUNARI, REUTERS

13 de agosto de 2007 | 13h05

Após um giro a cinco países latino-americanos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve retornar ao Rio de Janeiro para mais um teste de popularidade, desta vez durante os Jogos Parapan-Americanos. Veja Também:  Veja especial sobre as vaias ao presidente Lula  Ele terá contato com os atletas na sexta-feira. Os jogos, que vão até o dia 19, são exclusivos a atletas portadores de necessidades especiais e foram abertos domingo, na Arena Olímpica, com capacidade para 15 mil pessoas.Em julho, na cerimônia que deu início aos Jogos Pan-Americanos no Maracanã, Lula recebeu vaias da platéia, o que o levou a cancelar viagem ao sul do país e a suspender sua presença no encerramento do torneio.    Mais vaiasEm viagem pelo País no mês passado para lançamento dos investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o presidente também foi alvo de protestos.  Em Natal, no Rio Grande do Norte, quase   200 manifestantes carregavam faixas com inscrições como: "Prisão já para corruptos e corruptores" ou ainda " Incra em greve contra o PAC e o PLP-01 (projeto que restringe a greve do funcionalismo público)".    Em Aracaju, Sergipe, manifestantes do Incra- que estão em greve há mais de dois meses- e funcionários do ministério da Cultura protestaram contra o presidente.  Em resposta as vaias, a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Roussef saiu em defesa do presidente e disse que toda "unanimidade é burra". "Não vejo mistério nenhum na vaia ou no aplauso. Toda a unanimidade é burra - e é bom que as pessoas possam se expressar", disse. "Mas é bom que se diga que fomos vaiados por pequenos grupos, enquanto milhares nos aplaudiam."

Tudo o que sabemos sobre:
BRASILPOLITICAAGENDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.