Roque de Sá/Agência Senado
Roque de Sá/Agência Senado

Após ser internado, presidente do Conselho de Ética do Senado passa bem

O senador foi submetido a um procedimento de implante de marca-passo; ainda não há previsão de alta

Isabela Bonfim e Thiago Faria, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2017 | 12h19

BRASÍLIA - A assessoria do presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), afirma que o senador passa bem após ser internado nessa terça-feira, 27, com desaceleração cardíaca. Ainda não há previsão de alta médica.

O senador foi submetido a um procedimento de implante de marca-passo. De acordo com o boletim médico divulgado pelo Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, o  parlamentar foi diagnosticado com Bloqueio Átrio Ventricular Total (BAVT). Segundo sua assessoria, o senador está consciente e vai passar por exames médicos nesta quarta. 

Como presidente do Conselho de Ética, cabe a João Alberto convocar o colegiado para votar a abertura ou arquivamento do processo de cassação do senador Aécio Neves (PSDB-MG). O pedido foi protocolado pelos partidos Rede Sustentabilidade e Psol com base nas gravações entre Aécio e o dono da JBS, Joesley Batista. 

O pedido de cassação havia sido arquivado na última sexta-feira pelo presidente do Conselho de Ética, João Alberto, mas senadores apresentaram recurso da decisão. Agora é preciso que a comissão vote a admissibilidade do processo contra Aécio, mas com a situação de saúde do presidente do conselho, uma data para a reunião fica imprevisível. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.