Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Após rejeição da Rede, Marina tem o 1º aliado a se filiar em outra legenda

Com medo de perder o mandato na Câmara, ex-petista se filiou ao recém-criado Solidariedade

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

04 de outubro de 2013 | 14h06

O deputado Domingos Dutra (MA), um dos articuladores políticos da Rede Sustentabilidade, assinou no início da tarde desta sexta-feira, 4, a sua filiação ao Solidariedade.

Após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de negar o registro ao partido da ex-senadora Marina Silva na quinta-feira, o deputado disse ao Estado que cada um teria que "procurar o seu canto". Dutra foi o primeiro aliado da ex-senadora a tomar essa decisão.

A opção de Dutra de ir para o recém-criado partido do deputado Paulinho da Força foi tomada diante do receio de perder o seu mandato na Câmara. A lei da infidelidade partidária permite migração caso o parlamentar ingresse em uma nova legenda.

Desde o início do ano, Dutra vinha anunciando que não ficaria mais no PT, partido que ajudou a fundar, por causa do apoio da sigla ao grupo político ligado à família Sarney no Maranhão.

Tudo o que sabemos sobre:
MarinaTSERedeeleições 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.