Após Macron, Doria se encontra com Macri na quinta

Prefeito de São Paulo vai e volta no mesmo dia para reunião com presidente da Argentina

Pedro Venceslau e Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2017 | 13h25

Após ser recebido na semana retrasada, em Paris, pelo presidente francês Emmanuel Macron, o prefeito de São Paulo, Joao Doria (PSDB), vai se encontrar na quinta-feira, 14, em Buenos Aires, com o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

O prefeito viajará em seu avião particular pela manhã e voltará à Capital no mesmo dia. Os detalhes da viagem foram fechados na manhã desta segunda-feira, 11, em uma reunião com empresários brasileiros e argentinos ao lado do diretor-presidente da SP Negócios, Juan Quirós, e do secretário de Relações Internacionais, Júlio Serson, no Hotel Hyatt.

Depois da reunião, o prefeito assiste a uma palestra do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, durante um almoço do Lide - grupo de lideranças empresariais fundado por Doria.

Adversário de Doria na disputa interna do PSDB pela vaga de candidato à Presidência, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) vai reforçar sua agenda de viagens. Na próxima segunda-feira, 18, ele vai a Belo Horizonte, provavelmente em voo de carreira. Na capital mineira, vai cumprir extensa agenda de candidato: palestra no Instituto Teotônio Vilela, entrevista a rádios locais e encontro com empresários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.