Após gafe, Chinaglia pune servidora

Depois de acrescentar ao nome do presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), um "José" que não existe, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), decidiu que a funcionária do cerimonial da Casa Bernadete Amaral, responsável pelo erro, fosse deslocada de função. O erro causou constrangimento na cerimônia de 20 anos da Constituição, quarta-feira, no Planalto. Garibaldi debochou publicamente da gafe de Chinaglia. Bernadete é servidora de nível superior da Câmara e deve agora exercer funções com menos evidência. Ela não foi localizada ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.