Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Após exame de rotina, FHC fará cirurgia para colocar marca-passo

A decisão foi tomada após um exame de rotina identificar pequenas alterações no ritmo do batimento cardíaco do tucano

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2016 | 20h33

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de 85 anos, passará por uma cirurgia para a implantação de marca-passo neste fim de semana em São Paulo. 

A assessoria do ex-presidente não informou se o procedimento será feito neste sábado, 9, ou no domingo, 10. A decisão foi tomada após um exame de rotina, realizado nesta sexta-feira, identificar pequenas alterações no ritmo do batimento cardíaco do tucano, que estava lento.

O marca-passo é usado para corrigir os batimentos cardíacos. A cirurgia será realizada no Hospital do Coração, na capital paulista.

Para evitar especulações sobre o estado de saúde de FHC, sua assessoria afirmou ao Estado que o ex-presidente sequer passará a noite internado e receberá anestesia local.

Ontem, Fernando Henrique contou a amigos que foi ao cinema. O ex-presidente não tem histórico de problemas cardíacos ou doenças crônicas. A inclusão do marca-passo foi, segundo pessoas próximas ao tucano, apenas uma “precaução”.

Por uma rede social, o amigo Xico Graziano, que foi chefe de gabinete na gestão do ex-presidente, afirmou que FHC está “numa boa”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.