Após encontro com Gilmar Mendes, Temer permanece em Brasília sem agenda pública

Reunião foi para tratar do orçamento do TSE, segundo assessoria de Temer; Mendes é o relator no TSE de processo que pode levar à cassação da chapa Dilma e Temer

Isabela Bonfim, O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2016 | 10h52

BRASÍLIA - O presidente em exercício Michel Temer recebeu Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no Jaburu na noite desse sábado, 28. De acordo com a assessoria de Temer, a reunião foi agendada para tratar do orçamento do TSE. O presidente em exercício permanece em Brasília, mas não tem agenda pública nesse domingo, 29.

Mendes, que foi advogado-geral da União durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e é abertamente crítico do governo PT, é o relator no TSE do processo que analisa as contas da campanha e pode levar à cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer.

Além disso, o ministro também vai assumir, na próxima terça-feira, 31, a presidência da Segunda Turma do STF, que é responsável pela maior parte dos inquéritos que investigam políticos na Operação Lava Jato.

De acordo com a assessoria do presidente em exercício, Temer, que voltou de São Paulo ontem, vai permanecer na capital federal, mas não tem compromissos públicos nesse domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.