Após encontro com Gilmar Mendes, Temer permanece em Brasília sem agenda pública

Reunião foi para tratar do orçamento do TSE, segundo assessoria de Temer; Mendes é o relator no TSE de processo que pode levar à cassação da chapa Dilma e Temer

Isabela Bonfim, O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2016 | 10h52

BRASÍLIA - O presidente em exercício Michel Temer recebeu Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no Jaburu na noite desse sábado, 28. De acordo com a assessoria de Temer, a reunião foi agendada para tratar do orçamento do TSE. O presidente em exercício permanece em Brasília, mas não tem agenda pública nesse domingo, 29.

Mendes, que foi advogado-geral da União durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e é abertamente crítico do governo PT, é o relator no TSE do processo que analisa as contas da campanha e pode levar à cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer.

Além disso, o ministro também vai assumir, na próxima terça-feira, 31, a presidência da Segunda Turma do STF, que é responsável pela maior parte dos inquéritos que investigam políticos na Operação Lava Jato.

De acordo com a assessoria do presidente em exercício, Temer, que voltou de São Paulo ontem, vai permanecer na capital federal, mas não tem compromissos públicos nesse domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.