Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Após desistir de evento em NY, Bolsonaro tenta receber prêmio em Dallas

Presidente havia cancelado participação em uma homenagem oferecida pela Câmara de Comércio Brasil-EUA

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2019 | 22h10

BRASÍLIA – O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 6, que o presidente Jair Bolsonaro deve ir a Dallas, nos Estados Unidos, na próxima semana, depois de cancelar participação em uma homenagem que receberia em Nova York, oferecida pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. O motivo do cancelamento foi a repercussão negativa da presença do presidente no evento.

A intenção é que Bolsonaro receba o prêmio de personalidade do ano na cidade do Texas, mas a transferência do evento ainda depende de tratativas. Nesta segunda, o Estado havia publicado que aliados do presidente nos EUA trabalham para que entrega de homenagem mude para Dallas. “Ainda não está fechado isso. Há uma tentativa, uma conjugação, um colimar das atividades lá em Dallas, que estão a ser assentadas agora por meio das interlocuções, com aquela premiação que iria acontecer em Nova York”, disse Rêgo Barros.

A viagem deve ocorrer na mesma data prevista antes, entre 14 e 16 de maio. Bolsonaro, no entanto, vai se concentrar em um só Estado e não deverá ir mais a Miami, na Flórida.

Conforme o porta-voz, Bolsonaro recebeu um convite do prefeito de Dallas, Mike Rawlings, do partido Democrata, o mesmo do prefeito de Nova York, Bill de Blasio, que rechaçou o presidente.

O porta-voz afirmou que Bolsonaro foi convidado “a compartilhar o ambiente democrático tão salutar que são os Estados Unidos da América e que, eventualmente, algumas autoridades não sabem aproveitar e considerar diante de um presidente de Estado”.

O porta-voz afirmou que o presidente recebeu convites para atividades políticas em vários Estados, de autoridades e empresários. A agenda de encontros, porém, não foi detalhada.

Tudo o que sabemos sobre:
Jair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.