Reprodução/Twitter Jair Bolsonaro
Reprodução/Twitter Jair Bolsonaro

Após desconvidar Cuba, Bolsonaro recebe dissidente do país em sua casa

Cubano Orlando Gutierrez-Boronat deixou o país nos anos 1970 e é hoje crítico do governo de seu país

Constança Rezende e Cristian Fávaro, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2018 | 11h24

Depois de retirar o convite à Cuba para que este país envie um líder para participar de sua posse, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recebeu na manhã desta quinta-feira, 20, o cubano Orlando Gutierrez-Boronat, "um dos principais denunciantes das atrocidades cometidas pela ditadura daquele país", escreveu Bolsonaro em sua conta no Twitter.

O capitão do exército postou uma foto em que conversa com Gutiérrez-Boronat, acompanhado de outras pessoas em sua casa na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. O cubano é crítico do governo de seu país e vive nos Estados Unidos desde o início dos anos 1970. 

Recentemente, em rede social, o futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também falou sobre o não convite a outro líder que não é bem quisto pelo novo governo: "Em respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a posse do presidente Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira". 

Religiosos

Mais tarde, ele também recebeu visitas de um conselho de pastores norte-americanos e representantes da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Em sua conta no Instagram, publicou uma foto da reunião com os pastores e afirmou que, “mesmo sendo católico”, crê que toda religião “traz consigo algo que possa agregar a qualquer um de nós como pessoas comuns. “O que importa é que sempre tenhamos fé”, escreveu.

Também estão previstas visitas de um cabeleireiro e de um alfaiate, que lhe entregará o terno que será usado em sua posse. Até a manhã desta quinta-feira, 20, não havia previsão de Bolsonaro sair de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.