Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Após derrota em pronúncia, Dilma almoça com senadores que a apoiaram no Alvorada

A expectativa é que, no encontro, a presidente afastada apresente um esboço ou o texto final da carta que ela vai divulgar aos senadores em que defenderá a realização de novas eleições caso permaneça à frente do Palácio do Planalto após votação final do processo de impedimento

Ricardo Brito, O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2016 | 13h47

BRASÍLIA - A presidente afastada, Dilma Rousseff, almoça neste momento no Palácio do Alvorada com senadores que a apoiaram na votação encerrada na madrugada desta quarta-feira, 10, que aprovou a continuidade do processo de impeachment contra ela. A expectativa é que, no encontro, Dilma apresente um esboço ou o texto final da carta que ela vai divulgar aos senadores em que defenderá a realização de novas eleições caso permaneça à frente do Palácio do Planalto, na votação final do processo de impedimento.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que esteve no Alvorada na noite desta terça-feira, 9, durante a sessão de pronúncia do Senado, não deverá participar do encontro. Na ocasião, Lula e ex-ministros de Dilma, como Jaques Wagner, Ricardo Berzoini e Aloizio Mercadante discutiram os termos da carta que Dilma vai apresentar aos senadores.

Lula deve se reunir esta noite com as bancadas do PT da Câmara e do Senado para conversar, entre outros assuntos, sobre o processo de afastamento de Dilma e a estratégia do partido para as eleições municipais. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.