Divulgação
Divulgação

Após denúncia, Temer prevê novas regras para passagem aérea

Presidente da Câmara só não disse quando haverá a mudança; deputado é acusado de pagar viagens de Galisteu

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

15 de abril de 2009 | 15h00

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), anunciou nesta quarta-feira, 15, que a Mesa Diretora fará "disciplinalização rigorosa nas passagens aéreas", com novas regras para o uso da cota mensal a que cada deputado tem direito. A decisão foi anunciada no dia seguinte da descoberta de que o deputado Fábio Faria (PMN-RN) usou a cota para pagar passagens para a ex-namorada Adriane Galisteu, para a mãe dela, Emma, e para mais dez pessoas, entre as quais três atores da TV Globo.

 

Veja também:

linkEx de Galisteu devolve R$ 21 mil à Câmara por gasto em viagem

linkDeputado paga passagens para artistas com verba da Câmara

 

Faria devolveu pouco mais de R$ 21 mil à Câmara na tarde de ontem, depois de reconhecer "falhas pontuais", mas disse não haver necessidade de ressarcimento das sete passagens usadas por Adriane Galisteu, já que, entre 2007 e 2008, ela era sua "companheira".

No entanto, Temer não disse quando será a reunião da Mesa para decidir as regras mais rígidas nem antecipou qualquer medida. O presidente informou que aguarda o recebimento da justificativa formal de Faria e que encaminhará o documento para análise da Corregedoria, que poderá aprofundar investigações, recomendar abertura de processo no Conselho de Ética ou arquivar o caso.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmarapassagem aéreadenúnciaTemer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.