Após caso de pistoleiro, procurador do AM será anunciado

Contrariando as expectativas, o promotor Francisco Cruz foi o vencedor de votos na lista tríplice dos procuradores e promotores o Ministério Público do Estado do Amazonas, divulgada no início da noite de quinta-feira, 15. Com 95 votos, ele deverá ser o indicado pelo governador Eduardo Braga (PMDB) como procurador-geral. Tradicionalmente, o governador escolhe o mais votado. Os outros dois mais votados foram o procurador Mauro Campbell, com 66 votos, e o promotor Otávio de Souza Gomes, 56 votos. Ficou fora da disputa o ex-procurador-geral Vicente Cruz, acusado de ter contratado pistoleiros para matar o colega Campbell. O motivo para a encomenda da morte seria supostamente eliminar o mais forte cotado para ser o novo procurador de Justiça, já que Campbell foi secretário de Segurança na primeira administração de Braga. Campbell descobriu a trama porque o suposto contratado por Vicente Cruz para matá-lo, identificado como Frank, lhe contou a trama. Frank é ex-presidiário e decidiu denunciar o suposto mandante ao ter identificado Campbell como ex-secretário de Segurança e que o tinha beneficiado na prisão com um programa de reabilitação. Frank entrou para o programa de proteção de testemunhas da secretaria de Segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.