Após almoço com Obama, FHC elogia Dilma pelo convite

Itamaraty chamou todos os ex-presidentes para encontro com chefe de Estado americano; apenas Lula não compareceu

Leandro Cólon, de O Estado de S. Paulo

19 de março de 2011 | 16h40

 Brasília - O ex-presidente da República Fernando Henrique elogiou neste sábado, 19, o convite da presidente Dilma Rousseff para participar, em Brasília, do almoço oferecido ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. "Achei uma gentileza, senão não teria vindo", disse. "Em matéria de Estado, quando se está representando o País, não cabem divisões partidárias. A presidente Dilma demonstrou que tem compreensão correta dessa matéria", afirmou.

"Temos que ter uma relação. Não é necessário tratar um como Deus e outro como demônio. Aí não dá", afirmou FHC, referindo-se à proximidade de Dilma com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Convidado, Lula não quis participar do encontro com Obama. Outros três ex-presidentes, além de FHC, estiveram no almoço: José Sarney, Itamar Franco e Fernando Collor.

FHC ironizou o fato de Lula, na condição de presidente, nunca tê-lo convidado, como fez Dilma. "É que o Lula é meu amigo de tantos anos atrás e achou que não era necessário", afirmou. E alfinetou: "O Lula, quando eu era presidente, esteve comigo. Muitas vezes".

Fernando Henrique ainda defendeu o discurso firme de Dilma Rousseff na recepção a Obama. "O discurso de interesse do Brasil tem que ser duro, tem que dizer as verdades como são, quais os nossos interesses".

 

Mais conteúdo sobre:
ObamavisitaDilmaFHCconvite

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.