Após acidente, deputado Celso Giglio irá para o Einstein

O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco Celso Giglio (PSDB) está sendo levado neste momento ao Hospital Israelita Albert Einstein, na capital paulista, após ter sofrido um acidente de carro neste domingo, por volta das 10h30, na altura do quilômetro 163 da rodovia Castello Branco. A esposa dele, Glória Maria Giglio, foi socorrida com vida, mas após hemorragia interna faleceu por volta das 14h30.

CARLA ARAÚJO, Agência Estado

02 Junho 2013 | 19h34

Segundo o assessor do deputado, Giglio está consciente e já sabe do falecimento da esposa. Ele teve três costelas fraturadas, mas seu estado de saúde é considerado bom.

No momento do acidente chovia bastante e a pista estava escorregadia. Giglio perdeu o controle de sua caminhonete, bateu no guard rail da estrada e o veículo capotou. Após o acidente, ele foi levado para o hospital de Porangaba e depois transferido para o Tatuí, onde estava a sua esposa. A previsão era de que ele fosse trazido para a capital paulista de helicóptero, mas, segundo o assessor, como não houve teto ele está sendo removido de ambulância.

O corpo da ex-primeira dama de Osasco está no IML de Itapetininga e será velado no salão nobre da prefeitura de Osasco. A previsão é de que o velório comece ainda hoje. O enterro acontecerá amanhã à tarde, no cemitério Bela Vista, em Osasco, em horário ainda a ser definido. Juntos Giglio e a esposa têm cinco filhos e quatro netos.

Carreira

Médico, Celso Giglio foi vereador em Osasco e prefeito da cidade duas vezes(1993-96 e 2001-2004). Também já exerceu os mandatos de deputado estadual (1991-92) e federal (1999-2000). Ele voltou a eleger-se deputado estadual em 2006, com 111.302 votos. No ano passado, Giglio teve a candidatura a prefeito de Osasco barrada pela Justiça Eleitoral de São Paulo com base na Lei da Ficha Limpa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.