WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Apesar da alta de covid em SP, Prefeitura e Câmara mantêm posses presenciais

Ainda não há definição sobre protocolos de segurança que deverão ser cumpridos no evento

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2020 | 15h36

A Câmara Municipal de São Paulo informou nesta segunda, 14, que a cerimônia de posse dos novos vereadores, do prefeito Bruno Covas (PSDB) e do vice Ricardo Nunes será presencial no dia 1º de janeiro de 2021.

A solenidade vai acontecer às 15h no plenário da Câmara. Na sequência, serão escolhidos presidente da Casa e demais membros da mesa diretora. Ainda não há uma definição de protocolos de segurança a ser cumpridos no evento, como a possibilidade de presença de público e número limitado de convidados.

O evento vai acontecer presencialmente apesar da alta de casos da covid em São Paulo, que fez o Estado tomar novas medidas restritivas anunciadas para tentar conter aglomerações. 

Na última sexta, o governo estadual anunciou medidas como a redução do horário de atendimento para bares, restaurantes e lojas de conveniência. No domingo, o Estado chegou a 44 mil mortos e mais de 1,3 milhão de casos confirmados da doença.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.