Evaristo Sá/AFP
Evaristo Sá/AFP

Aos gritos de 'Temer eu te amo', mulher passa mal na entrada do Planalto

Após ser barrada pela segurança, a mulher, ainda não identificada, passou mal e ficou alguns minutos deitada no chão

Gustavo Porto, enviado especial, e Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2017 | 11h28

Atualização às 20h45

BRASÍLIA - Aos gritos de “Michel Temer eu te amo” e “eu não quero morrer antes sem te ver”, uma mulher tentou entrar na manhã desta quarta-feira, 7, no Palácio do Planalto, onde ocorria a cerimônia de lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018. Após ser barrada pela segurança próxima aos detectores de metal, a mulher, identificada como Janete Rosa de Souza Ovídio, passou mal e ficou alguns minutos deitada no chão, mas consciente.

Em seguida, ainda muito nervosa, ela foi atendida pelos brigadistas, colocada em uma cadeira de rodas e levada para atendimento dentro do Planalto. No momento em que era encaminhada, ainda murmurou algumas palavras: “Vocês estão mentindo. Não vão me levar par encontrar o Temer”. 

"Por volta das 10:30 horas de hoje, a Sra JANETHE ROSA DE SOUZA OVÍDIO, por não estar credenciada, foi impedida de entrar no Palácio do Planalto. Questionada pela Segurança Presidencial, disse que queria falar com o Presidente e que não iria embora sem encontrar com a autoridade", esclareceu o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) em nota.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.