Aod Cunha deixa comando da Fazenda

O secretário de Fazenda, Aod Cunha de Moraes Júnior, deixou ontem o governo de Yeda Crusius. Ele era considerado o braço direito da governadora e responsável pelo ajuste fiscal do Estado. A decisão causou surpresa, mas Yeda disse que tinha um acordo de liberar o auxiliar após conseguir zerar o déficit orçamentário. Aod disse ter convites para trabalhar no Banco Mundial e no Fundo Monetário Internacional e para desenvolver projetos nas universidades de Harvard e Colúmbia. O secretário-adjunto Ricardo Englert assumirá a pasta interinamente, com boa chance de virar titular.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.