Anvisa determina apreensão de 4 emagrecedores

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta quinta-feira a apreensão de quatro produtos vendidos como emagrecedores, que são fabricados pela Postal Net Comercial Ltda. São eles: cápsulas de vinagre de maça e kit emagrecedor, contendo drágeas de alcachofra, creme modelador para seios e gel auxiliar. ?A empresa Postal Net Comercial Ltda, do município de Cotia (SP), não possui autorização de funcionamento e comercializa os produtos semregistro na Anvisa?, diz nota divulgada pela a assessoria da agência. A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo foi quedenunciou a empresa para a Anvisa.Fitoterápicos produzidos pela empresa Laquifal ? Farmácia e Laboratório Químico e Farmacêutico Ltda ? também deverão ser recolhidos imediatamente, por ordem da Anvisa. A agência estadual de vigilância sanitária da Paraíba denunciou a empresa por falta de registro. Já o laboratório Eurofarma da capital paulista terá prazo de 30 dias, após publicação da resolução no Diário Oficial, para tirar do mercado o remédio Antimoniato de Meglumina. No início do ano, a Anvisa já havia proibido a venda deste medicamento usado para tratar pacientes com leishmaniose. A Anvisa alega que o remédio contém metais pesados que provocam o surgimento de nódulos, abcessos e mialgias nos doentes.A Anvisa informa que os fabricantes, pontos de venda e distribuidores que desrespeitarem as resoluções serão notificados e multados entre R$2 mil e R$ 1,5 milhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.