Anúncio do relator da denúncia contra Temer deve sair às 18h

Presidente da CCJ afirma que escolhido tem formação jurídica e independência política

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2017 | 15h41

BRASÍLIA - O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), informou que anunciará às 18h desta terça-feira, 4, o escolhido para relatar a denúncia contra o presidente Michel Temer. Pacheco disse que o nome está "praticamente definido" e que não houve recusa ao convite.

O peemedebista minimizou as pressões externas e disse que a dinâmica de sugestões de nomes é "natural" nesse processo. "A dificuldade de escolha decorre mais da quantidade de membros com condições de ser relator", declarou. Ele reafirmou que escolheu um nome técnico, com formação jurídica e com independência em relação ao governo e à oposição.

Pacheco disse que é possível concluir a apreciação da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) antes de 12 de julho, desde que se cumpra o rito previsto no regimento. Como informou o Estado/Broadcast Político na segunda-feira, 3, Pacheco reiterou a disposição de abrir espaço para sustentação oral da defesa nas sessões. Em princípio, Pacheco deve dar duas oportunidades para que os advogados de Temer se manifestem: após apresentação do relator e depois dos discursos dos parlamentares. Segundo o peemedebista, a ideia é garantir o "amplo direito de defesa" do presidente da República.

Pacheco iniciou nesta tarde a sessão da CCJ e avisou que não tratará nessa reunião do rito de apreciação da denúncia. Logo na abertura da sessão, a oposição insistiu que Pacheco adote o mesmo rito do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff para análise do pedido da PGR. Os oposicionistas querem trazer o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures e o empresário Joesley Batista para depor na comissão.

Mais conteúdo sobre:
Rodrigo PachecoMichel Temer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.