Antonio Ermírio diz que "pavio curto não serve para o Brasil"

O empresário Antonio Ermírio de Moraes disse na noite desta quarta-feira, em solenidade na Confederação Nacional da Indústria (CNI), que não há lugar no Brasil para pessimistas e para dirigentes de ?pavio curto?, numa referência indireta ao presidenciável da Frente Trabalhista (PDT-PTB-PPS), Ciro GomesEleitor declarado do candidato do candidato do governo, o senador José Serra (PSDB), Antonio Ermírio elogiou a gestão do presidente Fernando Henrique e cobrou ?decência? para a discussão dos problemas do país. ?O senhor é um presidente dedicado, atuante, não é de pavio curto. Nós temos de evitar esse tipo de ação lá na frente?. disse Ermírio. ?Contamos com sua ajuda para botar juízo na cabeça de todos esses pretendentes da coroa brasileira. Pavio curto não serve para o Brasil. Precisamos de gente firme, de bom senso e de determinação?, afirmou.A homenagem a Fernando Henrique ocorreu na cerimônia de comemoração dos 60 anos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), na sede da CNI. ?Acredito no Brasil e não admito pessimismo. Para os pessimistas damos passagem só de ida, porque aqui não há lugar para pessimista?, disse o empresário em outro trecho de seu discurso, ressaltando que neste momento eleitoral é preciso que todos ?tenhamos decência para discutir as questões com grandeza; e o senhor (FHC) já está chamando (os candidatos) para apaziguá-los?.Ao fazer um rápido histórico dos quase oito anos de governo Fernando Henrique, o empresário disse que o Brasil não vai parar, ?independentemente de quem chegar ao poder. ?Não vai sair da linha, essa é uma linha definitiva. O presidente, que é uma pessoa experiente e dedicada, tem que ficar olhando para chamar a atenção, corrigir o rumo da Nação. O senhor tem as informações para não deixar a Nação degringolar novamente?. E concluiu: ?Nós tivemos oito anos de calma e de tranqüilidade. Nunca investimos tanto no Brasil como agora?.Também discursou durante a cerimônia, o presidente da CNI, deputado Moreira Ferreira (PFL-SP). ?As adversidades momentâneas não quebram nosso ânimo na convicção de que o Brasil sempre foi maior que a crise?, afirmou. ?A inflação, graças ao Plano Real, está sob controle. Existe uma Lei de Responsabilidade Fiscal e o Brasil, portanto, tem rumo?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.