ANS multa Golden Cross em R$ 21 mi por aumento abusivo

A Golden Cross foi multada em R$ 21 milhões pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) por reajuste abusivo dos contratos assinados até 31 de dezembro de 1998, antes que a lei 9.656/98 regulamentasse o setor. A decisão da agência foi publicada no Diário Oficial da União, no último dia 12. A operadora informou que vai recorrer, assim que for notificada.A Golden Cross recebeu 30 multas referentes a cada uma das modalidades de plano (carteiras de produto, no jargão técnico) em que ultrapassou o limite de reajuste de 11,75%. Esse limite foi fixado pela ANS e aprovado liminarmente pela Justiça Federal. A operadora informou que reajustou os contratos em 20,5%.A Assessoria de Imprensa da ANS informou que a operadora pode apresentar recurso à diretoria colegiada ou assinar um termo de ajustamento de conduta, em que se compromete a cumprir uma série de exigências. Se o termo de compromisso não for respeitado, o valor de cada uma das multas sobe de R$ 700 mil para R$ 1 milhão, elevando o valor total a ser pago para R$ 30 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.