ANJ recebe Prêmio Unesco 2001

A Associação Nacional de Jornais (ANJ), presidida pelo diretor-superintendente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, receberá hoje (31) o Prêmio Unesco 2001, no Teatro Nacional, em Brasília, por sua contribuição à educação. Concedido anualmente a instituições públicas e da sociedade, além de pessoas físicas que se destacam por ações nas áreas de educação, cultura, comunicação, direitos humanos, ciência e meio ambiente, cultura de paz e juventude e cidadania, o Prêmio Unesco visa estimular atividades que contribuam para o conceito de cidadania.A ANJ receberá o prêmio por um programa, criado em 1980, visando facilitar o acesso de escolas à informação. Trata-se do programa Jornal na Educação, que conta hoje com a adesão de 39 jornais em 15 Estados e no Distrito Federal e atende mais de 3,5 milhões de estudantes em 8.500 escolas públicas e particulares.Da pré-escola à universidade, passando pelo supletivo, alfabetização de adultos, classes especiais e ensino profissionalizante, os professores usam o jornal para ilustrar as aulas.A grande vantagem é que, por tratar da realidade cotidiana em seus diversos segmentos e dimensões, o jornal forma cidadãos aptos a lidar com as constantes mudanças sociopolíticas e econômicas da sua região, do País e do mundo. Assim, alunos de diversos níveis acompanham os principais fatos, discutindo a sua importância e exercendo seu poder de crítica - em síntese, de participação e inserção social.O programa Jornal na Educação incentiva ainda o gosto dos alunos pela leitura e oferece aos professores um recursos de fácil acesso para uso pedagógico no desenvolvimento de competências e habilidades nos diversos componentes curriculares.A cerimônia de entrega contará com a apresentação do Balé Edisca - Escola de Dança e Integração Social para a Criança e o Adolescente de Fortaleza (CE). O balé contou com apoio financeiro da área social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) devido ao seu papel na educação e no lazer de bairros da periferia de Fortaleza. O grupo musical AfroReggae, do Rio de Janeiro, também participará da festa de entrega do Prêmio Unesco 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.