ANJ é declarada 'Centro de Engajamento da Juventude' pela WAN-IFRA

Programa de incentivo à leitura de jornais e educação mantido pela associação de jornais é reconhecido por entidade internacional

O Estado de S. Paulo

17 de outubro de 2014 | 12h43

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) é uma das doze associações de jornais declaradas "Centros de Engajamento da Juventude" pela Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (WAN-IFRA). O título foi conferido como reconhecimento do programa "Jornal e Educação", mantido pela ANJ, cujo objetivo é incentivar a leitura entre estudantes.

 

A iniciativa é desenvolvida por jornais associados à ANJ em todas as regiões do País. Com o envolvimento de professores e alunos, o programa procura estimular a leitura dos jornais e fomentar o debate de temas de interesse social. "As associações que estimulam a leitura de jornais nas escolas, estão totalmente comprometidas tanto com a educação de qualidade, quanto com uma imprensa livre como base da sociedade democrática", afirma Larry Kilman, secretário-geral da WAN-IFRA.

 

Além da ANJ, receberam as designações as entidades: Estados Unidos (Newspaper Association of America), Dinamarca (Danske Medier), Finlândia (Finlandês Newspapers Association), Noruega (Mediebedriftenes Landsforening), Países Baixos (NDP Nieuwsmedia), França, (SPQR, SPQN ARPEJ), Brasil (Associação Nacional de Jornais), Alemanha (Bundesverband Deutscher Zeitungsverleger), Japão (Nihon Shinbun Kyokai), Colômbia (Andiarios), Bélgica (Les Journaux Francophone Belges) e Coréia (Associação Coreana de Jornais). Todas desenvolvem ações de envolvimento entre jovens e jornais em programas de educação.

 

A cerimônia de anúncio da honraria ocorreu nessa semana, durante a reunião do Conselho de WAN-IFRA, em Amsterdã, na véspera da World Expo, a maior exposição comercial global para a indústria de publicação de notícias e mídia.

Tudo o que sabemos sobre:
jornaisANJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.