Aniversário de Brasília reúne 650 mil na Esplanada

No dia do cinquentenário da capital brasileira, os brasilienses fizeram da Esplanada dos Ministérios um parque recreativo. Os espelhos d''água do Museu da República e do Congresso Nacional viraram piscinas públicas (com a leniência de policiais), os gramados foram usados como rampas para "skibunda". A população também pode acompanhar os shows que começaram no início da tarde e seguiram noite adentro, com Os Paralamas do Sucesso, Daniela Mercury, Milton Nascimento e outros mais. Segundo estimativas da Polícia Militar, cerca de 650 mil pessoas ocuparam a Esplanada.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

21 de abril de 2010 | 20h27

O aniversário fez crescer o interesse pelas visitas guiadas ao Congresso. Os passeios, que geralmente ocorrem de 30 em 30 minutos, foram feitos de 20 em 20, para atender ao maior número de gente. "Foi bem rápido, não nos deixaram ver muita coisa, nem fomos ao plenário. Mas valeu a pena", disse a vendedora Maria Lidiane.

Para o secretário de Cultura, Silvestre Gorgulho, um dos pontos altos da festa foi a presença do público. Ele lamentou, no entanto, a ausência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "É o último ano dele como presidente. Brasília merecia uma aparição do chefe do Executivo, ao menos."

Tudo o que sabemos sobre:
Brasília50 anosfestaEsplanada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.