Aniversário de 27 anos do PT termina com festa

Depois de passarem o sábado na reunião do Diretório Nacional, dirigentes do PT não quiseram mais saber de política: à noite, foram comemorar o aniversário de 27 anos da legenda à beira-mar, no Clube Sideral. Animados pelo ritmo do Ilê Ayê, os petistas caíram na folia. A líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), ensaiou passos de dança com o ministro da Defesa, Waldir Pires. O presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli, ganhou de uma baiana vestida a caráter a fitinha vermelha do PT, cópia da tradicional, do Senhor do Bonfim. Nela, a inscrição "27 anos. Vale a pena acreditar", com duas estrelas do PT nas extremidades. "Nós não gostamos só de reunião", comentou o deputado Devanir Ribeiro (SP). "Adoramos festa". À vontade, de bermuda e camiseta, ele esqueceu a disputa interna e foi à praia para relaxar. Outros petistas, como o ex-deputado Flávio Koutzi (RS), aproveitaram a tarde ensolarada, no domingo, para passear por Salvador, que a cinco dias do carnaval já vive a expectativa da festa, com montagem de camarotes nas principais avenidas. O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), entrou no clima de celebração no sábado. Aquariano, fez 47 anos no mesmo dia do aniversário do partido, com bolo e champanhe no intervalo da reunião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.