Anistia Internacional cobra realização de promessas de Lula

A Anistia Internacional cobra a implementação das promessas do governo de Luiz Inácio Lula da Silva em relação às políticas de direitos humanos e pede uma maior ação contra a violência policial no País. "Lula fez promessas durante sua campanha para presidente e agora precisa cumpri-las", disse a secretária-geral de uma das maiores entidades de defesa dos direitos humanos no mundo, Irene Khan, em entrevista exclusiva ao Estado.Um dos pontos criticados pela Anistia é a diferença existente entre o que o governo apresenta no exterior como política e a realidade do País. Brasília tem adotado uma estratégia de reconhecer todos seus problemas no âmbito internacional, como fez recentemente com relação ao trabalho escravo no País.O fato foi aplaudido pelos defensores dos direitos humanos mas, para a chefe da Anistia, o governo Lula não pode apenas admitir a existência dos problemas. "A credibilidade do País pode correr risco se não houver uma aplicação doméstica de medidas para tratar desses problemas", afirma Irene. Sobre a criação no governo Lula de secretarias especiais para lidar com temas como a igualdade racial, direitos das mulheres e outros problemas, a chefe da Anistia Internacional insiste que o que o País precisa é de uma implementação rápida de políticas, e não apenas a criação de uma burocracia. "Isso (a criação de organismos) é típico de um país latino-americano", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.