Animada com vitórias no Congresso, Dilma já pensa em férias

Após aprovação da DRU em primeiro turno no Senado, presidente prevê definição no dia 22

Tânia Monteiro, de O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2011 | 18h57

BRASÍLIA - Animada com a aprovação, em primeiro turno, da Desvinculação das Receitas da União (DRU), que permite ao governo usar livremente 20% de tudo o que arrecada, a presidente Dilma Rousseff já fala em viagem de férias, a partir do dia 26 de dezembro. Os 59 votos obtidos pelo governo foram considerados "excepcionais" pela presidente, que não se cansou de elogiar a atuação da ministra da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), Ideli Salvatti. Dilma reconheceu que a estratégia de Ideli de ter montado um "bunker" no Senado, para acompanhar de perto todas as votações dos últimos três dias, foi acertada.

Passada a primeira etapa, considerada mais delicada, por causa da disposição de aliados do governo, particularmente de integrantes do PT e do PMDB, de atrelar a votação da DRU à da emenda da Saúde, a presidente ficou aliviada. Ela está convencida que no dia 22 será possível aprovar definitivamente a DRU e garantir os recursos necessários ao governo para enfrentar a crise europeia.

Com isso, Dilma pretende passar o Natal com a família no Palácio da Alvorada e, em seguida, viajar para uma das unidades militares localizadas no litoral. Ela gostou da experiência que teve, no Carnaval deste ano, em Natal, quando passou alguns dias descansando em uma base da Aeronáutica na cidade, sem ser incomodada. A presidente só pretende voltar a trabalhar no dia nove de janeiro, quando deverá começar a desenhar a reforma ministerial.

 

Tudo o que sabemos sobre:
DRUDilmaférias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.