Angra I passa por manutenção

A usina Angra I foi desligada no último sábado e ficará fora de operação até o dia 21 de maio. A paralisação estava programada, e tem como objetivo a troca de combustível e manutenção de equipamentos. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) garante que a pausa não trará qualquer piora no quadro de abastecimento energético, já que estava programada há meses. De acordo com o ONS, os cálculos apresentados pelo órgão ao Ministério de Minas e Energia, e que foram uma das principais bases do programa de racionalização de consumo, já levavam em conta a paralisação. O secretário de Energia do Estado do Rio, Wagner Victer, também disse que a pausa não agrava a situação e que, ao contrário, tem como objetivo "dar carga total" para a usina. Ele acredita que a situação de desabastecimento será mais complicada em 2002, e Angra 1 terá contribuição fundamental no fornecimento de energia para o sistema. A próxima parada da usina está programada para junho do próximo ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.