Angela Guadagnin pede afastamento do Conselho de Ética

Apelidada de "dançarina da pizza" por ter comemorado a absolvição de um parlamentar beneficiado pelo esquema operado por Marcos Valério com passos entusiasmados em plenário, a deputada Angela Guadagnin (PT-SP) pediu afastamento do Conselho de Ética. Angela leu nota de esclarecimento dizendo estar profundamente desapontada pelo afastamento temporário do Conselho, enquanto respondia a representação do PPS por ter "comemorado em ritmo de dança" a absolvição no processo de cassação do deputado João Magno (PT-MG), em março. A deputada disse que queria continuar como relatora da representação contra o deputado José Janene (PP-PR), que ficou com o deputado Jairo Carneiro (PFL-BA). "Fui execrada pela mídia, que exibiu a versão dos fatos, e não os fatos", criticou. Ela ressaltou que agiu dentro da lei e sua comemoração foi uma simples manifestação de alegria. A parlamentar citou vários outros deputados que fizeram outras manifestações no plenário e no Conselho de Ética, incluindo agressões físicas. "Nunca faltei com o respeito, luto por princípios nos quais acredito e busco a justiça e a verdade", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.